Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 23 de novembro de 2014

Eu, que sinto a espessura da palavra,
me invento a cada dia no dizer.
Mas há uma questão que me escalavra:
que sou antes de me pensar um ser?

O que eu seria fora da linguagem?
Como o mundo aos meus olhos chegaria?
Cada coisa teria sua imagem
ou nas paisagens eu me perderia?

De uma forma arbitrária são colados
significantes a significados,
criando as unidades do discurso.

Os signos não possuem natureza.
Neles, porém, a mente está bem presa
e arquitetando a liberdade em curso.

Ozias Leduc - Erato (Muse in the Forest)

Ozias Leduc – Erato (Muse in the Forest)

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: