Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 9 de outubro de 2005

Quando o chão treme

Quando o chão em que a gente pisa treme, jogando abaixo ou fazendo ruir nossas construções, o que fazer? A quem apelar? Onde se agarrar?

Placas tectônicas partem ao meio vidas e esperanças. A morte chega igualmente para ricos e pobres. A penúria não, nem a fome, pouco as endemias. Mas sempre restará o lixo dos banquetes para alimentar os que têm fome, os remédios vencidos para tratar a doença de miseráveis que insistem em permanecer vivos. Sempre restarão sobras da fartura para a caridade.

Mas isso foi lá do outro lado do mundo, e ninguém sabe bem onde fica o Paquistão. Nem a Cachemira. Nem mesmo a Índia! São abstrações situadas, sitiadas na outra face da esfera planetária, com nomes incompreensíveis, saídos diretamente do Vedas ou do Corão. Mas mesmo assim, como o poeta que acordou pensando em uma pedra numa rua de Calcutá, penso também na criança abstrata, cuja vida desconheço, cujo nome ignoro, mas cujo olhar é de uma concreta interrogação pelo sentido da permanência no mundo que acabou de ruir. Que chão pode ter essa criança que, subitamente, encontra-o fendido pelo mover de suas próprias entranhas?

Embora à distância, seu sofrimento não me é indiferente. Nessa hora, a fragilidade da vida nos lembra que há universalidade na dor…

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: